Archive for the Cinefilia Category

Cinema: Katy Perry – Part Of Me 3D

Posted in Cinefilia, Divas, Uncategorized on 1 de agosto de 2012 by poisongirlx

http://www.katyperrypartofme.com.br/

Premiere no Rio de Janeiro

Premiere na Austrália

Premiere em Londres

Posters 

 

Filmes Junkies

Posted in Cinefilia on 30 de junho de 2010 by poisongirlx

Sid & Nancy

Christiane F

Trainspotting

O Bicho de sete Cabeças

Cheech & Chong´s

Oscar 2010

Posted in Cinefilia with tags , on 8 de março de 2010 by poisongirlx

Não vou ser clichê muito menos apontar o que foi bom e o que foi ruim, tem blogs que fazem isso muito melhor eu mesma sei. Só achei que esse ano foi sem graça, senti falta de algumas pessoas, senti falta de looks loucos, tudo muito apagado, sem graça, porém glamour não faltou! Porque não chamaram a Lady Gaga? Bjork? Cher? Ah… Teve a Jennifer Lopez fazendo a Brasileira, que quadril era aquele? Reparei muito em alguns looks, mais vamos combinar que: Robert Downey Jr de gravata borboleta azul foi o climax né minha gente?

Mais bapho que isso só a make up da Nicole Richie, olho marcado com boca nude, sério CHOREI, linda!

Mais juro que ainda mais BAPHO que tudo isso, só o Tarantino! Feliz, louco e bebado como sempre! LOVE YOU!

Gaga In Wonderland

Posted in Cinefilia with tags on 7 de março de 2010 by poisongirlx

O iluminado

Posted in Cinefilia with tags on 19 de fevereiro de 2010 by poisongirlx

O filme mistura terror psicológico, loucura, paranóia e momentos sobrenaturais para contar a história de um escritor em crise que aceita um emprego de zelador em um hotel que durante o inverno fica fechado. Isolado do mundo por longos 5 meses, cercado de neve, um hotel enorme, antigo cheio de histórias sinistras, o zelador  tem como únicas companhias a esposa, e o filho,  que tem estranhos poderes em se comunicar com o além.
Não é cheio de sustos, porém o que predomina é a tensão psicológica, com certeza vale a pena assistir.

”Alice no País das Maravilhas”

Posted in Cinefilia with tags on 18 de janeiro de 2010 by poisongirlx

O filme mais aguardado do ano (pelo menos pra mim) e que cá entre nós vai ter UMA PUTA DE UMA TRILHA SONORA! Com direito a Avril Lavigne cantando o tema principal: ”Alice Underground”, All The American Rejects, All Time Low, Franz Ferdinand, Plain white t’s,  Wolfmother e PETE WENTZ E MARK HOPPUS, sim juntinhos!

O cd terá o nome “Almost Alice” (Quase Alice) e estará nas lojas dos EUA dia 2 de março, ou seja, antes do filme estrear (estréia dia 5 de março na gringa).

Sem esqueçer que tem o nosso querido Johnny Depp! *-*

[YOUTUBE=http://www.youtube.com/watch?v=DeWsZ2b_pK4]

Tim Burton fodão!

# Dica de filme

Posted in Cinefilia with tags on 10 de janeiro de 2010 by poisongirlx

Vicky Cristina Barcelona é um filme dirigido e escrito por Woody Allen, com quem vivo uma relação de amor e ódio hahaha.  Nesse filme, nossa relação (minha e de Woody) foi de muito amor porque eu fui assistir o filme fiquei apaixonada por todos os personagens, todos encantadores à sua maneira. Vicky e Cristina são amigas e decidem passar 3 meses de férias em Barcelona. Vicky (Rebecca Hall) é aparentemente muito decidida sobre o quer da vida, está noiva, estudando para o mestrado, uma personagem a princípio, sem muitos conflitos. Já Cristina ( Scarlett Johansson) é o oposto, aspirante a artista, sem ligação afetiva com nenhum homem, aberta a aventuras e buscando inspiração para escrever. Ao chegar em Barcelona, elas conhecem Juan Antonio (Javier Bardem) que sem muita cerimônia as convida para um fim-de-semana em Oviedo. Vicky, com medo em aceitar um convite de um desconhecido acaba sendo convencida pela empolgada Cristina e as duas viajam com ele. E é aí que a história começa a se desenvolver, pois as duas acabam se envolvendo afetivamente e vivendo momentos únicos ao lado de Juan Antonio, que por sua vez é ex-marido da problemática e inspiradora pintora Maria Elena (Penélope Cruz) que aparecerá para dar um toque de humor e apimentar a história e ainda ajudar Cristina na sua jornada de auto-descoberta. O filme é leve, divertido e nem um pouco superficial. Na minha opinião, vale muito a pena assistir.